EUA cancelam proibição de laptops em voos dos Emirados

Os Estados Unidos cancelaram a proibição de uso de dispositivos eletrônicos a bordo de voos vindos dos Emirados Árabes Unidos para os EUA disseram na quarta-feira (5/07) autoridades daquele país do Golfo Pérsico, informou o jornal Gulf News, de Dubai. A informação é da agência Xinhua.

O governo de Dubai disse que a remoção da proibição, que ocorreu com efeito imediato, foi possível depois que a companhia aérea local implementou novas medidas para atender aos requisitos dos EUA em matéria de segurança.

No domingo, a transportadora nacional dos Emirados, Etihad Airways, disse que uma triagem adicional de passageiros foi implementada no aeroporto internacional de Abu Dhabi, de acordo com as demandas do Departamento de Segurança Interna dos EUA.

A proibição de uso de dispositivos eletrônicos portáteis, anunciada em 21 de março pelos EUA, incluiu equipamentos como laptops e tablets. Estes eletrônicos foram banidos por seis meses a partir de 21 de março em voos diretos para os EUA de 10 aeroportos em oito países: Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Egito, Jordânia, Kuwait, Catar, Turquia e Marrocos.

A proibição do laptop inicialmente provocou confusão e indignação entre os executivos da companhia aérea e os passageiros nos Emirados Árabes Unidos, já que as autoridades da aviação civil dos Emirados implementaram “capacidades iguais ou melhores que os europeus,” disse o presidente da Emirates Airlines, Tim Clark, em uma entrevista à CNN em 22 de março.

Tablets emprestados

Em reação à proibição, a Emirates reduziu o número de voos para as cidades americanas de Fort Lauderdale, Orlando, Boston, Seattle e Los Angeles desde 1º de maio, ao mesmo tempo que introduziu um serviço de empréstimo de tablets para passageiros que precisavam de um dispositivo para trabalhar a bordo.

No início do mês passado, a Associação Internacional de Transporte Aéreo afirmou que a demanda de passageiros por voos das companhias aéreas do Oriente Médio para os Estados Unidos caiu 2,8% em abril, devido à proibição dos laptops.

Não há transportadoras americanas que voam de Dubai ou Abu Dhabi para os Estados Unidos. As companhias aéreas americanas United Airlines e Delta Airlines deixaram de voar para Dubai em janeiro de 2016 e fevereiro de 2016, respectivamente.

Fonte: Agência Brasil

Outros Posts

Eduardo Gregori

Eduardo Gregori é jornalista profissional e consultor de viagens. Eduardo Gregori is a professional journalist and travel consultant.

Leia Também