Estônia: Pärnu e Tartu têm vibrante vida cultural

Bem perto de Tallinn, capital da Estônia,  fica Pärnu, uma simpática cidadezinha praiana que é conhecida como a Capital do Verão e a preferida dos imperadores russos. Durante a estação mais quente do ano, o lugar ganha vida com festivais de música, festas ao ar livre e concertos. Quem gosta de atividades na água, irá encontrar passeios de jet ski, caiaque e de iate. Esportistas podem escolher entre stand up paddle, surf e canoagem. Se a visita for em outra estação, Pärnu tem cafeterias com variedade de cafés, chás e doces típicos, além de restaurantes com pratos baseados em frutos do mar, carnes e massas. Pärnu também guarda pérolas, como a igreja Eliisabet, erguida em 1747 e que atualmente é palco de grandes concertos. A igreja Jekateriina também não pode ficar fora do roteiro de visitação. Ela é um dos mais belos templos apostólicos barrocos de toda a Estônia. Outro lugar que não deve ser esquecido é Tallinna Gates ou Kuningavärav, parte da fortaleza medieval que abrigava a cidade, além de Red Tower (Punane Torn) esquina onde fica a torre da muralha medieval. No local, além de apreciar a história viva de Pärnu, é possível comprar artesanato.

Tallinn Song Festival Grounds

Outra cidade para conhecer perto de Tallinn é Tartu. A segunda da Estônia e a mais antiga do Báltico, é lar de estudantes que frequentam os cursos da Tartu University, a mais antiga do Nordeste europeu (fundada em 1632). Além das salas de aula, a universidade mantém um museu e uma cela no sótão, onde alunos eram mantidos por desobedecerem as regras. Perto da universidade e bem na ponta da praça principal, fica uma estátua de dois namorados se beijando. Dizem os moradores que, quem quiser ter um namoro duradouro, deve beijar o amado em frente da estátua. Tartu também tem cafeterias, bares e restaurantes charmosos que ficam apinhados na hora do almoço e no fim da tarde. A vida cultural é vibrante, com concertos, apresentações teatrais, festivais de música. Para quem gosta de museu, Tartu tem pelo menos 20.

Estátua dos namorados em Tartu, cuja lenda diz que casais precisam se beijar no local para relacionamento durar

A cidade também tem shoppings com lojas para todos os gostos e bolsos, desde magazines a grifes internacionais. Em Tartu, um lugar que não pode ficar fora da lista de visitação é The AHHAA Science Centre. O museu foi criado como centro de aprendizado e de diversão. A maioria das atrações necessita de interação, entre elas um mapa projetado em uma caixa de areia e um elevador escondido no subsolo, que só vem à tona ao atingir um determinado peso, que deve ser distribuído entre os visitantes. Informações em inglês no site www.ahhaa.ee/en

A melhor atração, depois da própria Tallin, é, sem dúvida o museu da KGB. O antigo Hotel Viru, único autorizado a receber turistas que chegavam do ocidente durante o domínio de Moscou, abrigava muito mais que hóspedes. A KGB, agência de inteligência soviética, plantou ali um centro de operações responsável por monitorar todos os passos de seus turistas ocidentais. Hoje, o Sokos Hotel, o mais luxuoso de Tallinn, guardou um pouco da história de espionagem e transformou duas centrais em museu. No local estão expostos uniformes militares, equipamentos de escuta, de gravação de vídeo, além de jornais e todo tipo de memorabilia referente à época. Visita imperdível.

Veja fotos de Tallinn, Pärnu e Tartu

Lennusadam Seaplane Harbour www.lennusadam.eu/en
Um dos lugares mais incríveis para conhecer em Tallin é Lennusadam Seaplane Harbour. O local foi concebido originalmente em 1916 como uma grande fortaleza naval que hoje abriga o Estonian Maritime Museum. Barcos, submarinos, baterias antiaéreas, entre outros itens navais e de guerra fazem parte do acervo e estão em exposição permanente. A principal atração é um submarino, cujo interior está aberto a visitação. O museu estimula a interação e por isso, muitas peças podem e devem ser tocadas. Outra exposição interessante é a de veículos militares, do lado de fora, em frente ao museu. Entre os veículos, a maioria é da era soviética e estão em perfeito estado.

Kadriorg Park
Um dos cantos mais charmosos de Tallinn é o Kadriorg Park. A construção, datada de 1718, foi ordenada pelo czar Peter I. Canteiros floridos, árvores frondosas e jardins impecáveis dominam o local onde ficam também um museu e o palácio presidencial. Lugar ideal para caminhar ou simplesmente sentar em um de seus bancos e apreciar a beleza em volta. O Kadriorg também costuma ter programações culturais, principalmente no Verão, e que são abertas ao público em geral.

Museu da KBG, em Tallinn

Pântano de Marimetsa www.360.ee/en/bogshoeing
Todo turista que se preza, deve se aventurar em atividades no mínimo diferentes. E a porção inusitada da Estônia fica em Haapsalu. É no pequeno condado, perto de Tallinn, que fica o pântano de Marimetsa, uma gigantesca área inundada onde é possível caminhar sobre a vegetação e água usando calçados de neve, aqueles que parecem raquetes de tênis. A experiência, no meio do nada, é feita com guia e é voltada para a contemplação da natureza. Há também passeios de caiaque pelo pântano. Todo material é fornecido pelo guia, assim como as refeições. Divertido, mas cansativo. Porém, vale a pena.

Tallinn Song Festival Grounds http://lauluvaljak.ee/en/
Em 1869, ainda sob a regência do império russo, o jornalista e poeta Johann Voldemar Jannsen organizou o primeiro festival de música de Tartu. O evento, que acontece a cada 5 anos, acabou se transformando em uma espécie de despertar do povo pela libertação de Moscou. O festival reúne milhares de pessoas que cantam juntas pelo orgulho da soberania da Estônia como país livre. O parque que abriga a concha acústica e uma área verde é impregnado do sentimento patriota. Não deixe de ir.

Pântano de Marimetsa
Outros Posts

Eduardo Gregori

Eduardo Gregori é jornalista profissional e consultor de viagens. Eduardo Gregori is a professional journalist and travel consultant.

Leia Também