Destinos românticos para namorados que planejam casar

Assim como viajar aos mais belos lugares ao redor do mundo é tornar sonhos realidade, casar em uma cerimônia inesquecível é o desejo de muitos namorados. Então, porque não dizer o tão esperado “sim” em um cenário deslumbrante? Seja no exótico Taiti, ou nas paradisíacas Ilhas Maldivas, ou ainda no destino da moda, a África do Sul, viagens e romantismo parecem ter nascido um para o outro. O melhor de tudo é que muitos lugares vêm se especializando não apenas como destinos de lua de mel, mas também para quem pensa em celebrar este momento tão especial à dois ou em família.

A princesa e o guerreiro

Já imaginou chegar ao altar em uma canoa que parece flutuar sobre um mar cor de esmeralda? No Taiti os casamentos são assim. A maior ilha da Polinésia Francesa é um dos cenários mais fascinantes da face da terra, com lagoas azul-turquesa, praias paradisíacas e resorts de luxo. As cerimônias são realizadas conforme a cultura ancestral, em que os homens são transformados em chefes de tribo e as mulheres em princesas. Enquanto eles mostram força, vestindo trajes de guerra e tatuagens, elas expressam toda feminidade, com flores na cabeça e vestes brancas.

Ao final da cerimônia, realizada por um sacerdote na beira da praia, o casal é coberto de flores e brinda a união com champanhe em taças esculpidas no coco. A celebração segue com danças e pratos típicos. Após a festa, casal e convidados podem relaxar nos resorts instalados na ilha. E, se o casal preferir maior privacidade, pode optar por bangalôs exclusivos sobre o mar. Apesar de todo misancene, o casamento de estrangeiros no Taiti pode ter validade legal em vários países, inclusive no Brasil. Os noivos só precisam solicitar ao órgão responsável e pagar uma taxa.

Tradição e modernidade

A África do Sul entrou no radar dos viajantes há pouco tempo. A diversidade da cultura sul-africana, aliada ao desenvolvimento econômico, vem convertendo o país em um dos destinos do momento. E para quem pensa em casar por lá, encontrará opções que vão das cerimônias tribais até as tradicionais, de herança colonial inglesa. Tudo depende do gosto do casal. Se a escolha for por uma celebração formal e requintada, o destino mais adequado é Johanesburgo, a maior cidade do país. Johanesburgo conta com rede hoteleira de luxo, que oferece, além da hospedagem, espaços privados para a celebração e claro, salões de festas para os noivos e seus convidados.

Um destino praiano para casar na África do Sul é a Cidade do Cabo. Conhecida mundialmente pela icônica formação rochosa Table Mountain, a cidade é uma das mais belas do país e também a que mais se especializa na realização de casamentos exclusivos, com equipe que conta com serviço de cerimonialista que cuida de todos os detalhes da celebração, além de concierge para o casal, responsável até pela postagem do evento ao vivo nas redes sociais dos noivos.

O casal pode escolher desde uma cerimônia na praia, chegando ao local a bordo de um iate, lancha ou helicóptero, ou ainda no salão de um resort, com a noiva levada pelos pais em uma limusine. E se o casal for do tipo que ama vinhos, pode realizar uma cerimônia mais intimista regada aos melhores vinhos do mundo. Stellenbosch, cidadezinha a apenas uma hora da Cidade do Cabo, é uma região produtora de vinhos. Um dos resorts, inclusive, fica dentro de uma vinícola, unindo o útil ao agradável.

Safari e exclusividade
Ir à África e não participar de um safari é como ir a Roma e não ver papa. Imagine um casamento em uma reserva nas savanas, em um lugar exclusivo, para pouquíssimos convidados e com um Safari como bônus? O casal pode eleger um lodge na região de Hoedspruit para selar a união. O destino fica a duas horas de voo de Johanesburgo, ou a duas horas e meia da Cidade do Cabo. A região é conhecida, além de ponto de partida para safaris, pelo extremo luxo de seus lodges, feitos para hospedar um número reduzido de pessoas, normalmente, seis suítes, no máximo. Além de servir como cenário para a cerimônia, os lodges em Hoedspruit gostam de mimar seus hóspedes com jantares românticos e muito conforto.

Descalços no paraíso

As Maldivas podem ser facilmente comparadas à Ilha da Fantasia, seriado dos anos 1980 onde todos os desejos de seus visitantes eram realizados. O cenário paradisíaco situado no Oceano Índico, ao Sudoeste do Sri Lanka e da Índia, é um dos destinos mais românticos do mundo para subir ao altar. Com opções de resorts, o casal ainda pode se dar ao luxo de realizar uma cerimônia em uma praia, com os pés na areia, ou algo mais formal e elegante, no Ithaa, o famoso restaurante subaquático. Os resorts das Maldivas se especializaram em realizar cerimônias, oferecendo toda a estrutura, desde mimos a cuidados no dia da noiva, até a recepção para um petit comité ou muitos convidados.

Nas Maldivas os casais também podem viajar com os convidados sem perder a privacidade. Os resorts do destino também oferecem bangalôs e apartamentos em áreas privadas. E depois da festa, a lua de mel pode ser ainda mais romântica, com jantares à dois ao ar livre, tendo como testemunhas apenas o céu estrelado e mar que só as Maldivas têm.

Monges e fogo
O Sudeste Asiático é outro lugar que enche os olhos pela incomparável beleza. No centro da Península da Indochina fica um dos mais fascinantes países daquela região: a Tailândia. Cenário de produções cinematográficas, a Tailândia também é um de destino pra lá de romântico. Resorts e hotéis oferecem pacotes de casamentos para todos os gostos, desde mais íntimos apenas para dois, até para família, com direito a recepção.

Por ser um país de maioria budista, na Tailândia se prega muito a simplicidade de ser. Ensinamento seguido também pelos sacerdotes que realizam os casamentos. Por isso, os noivos podem escolher entre cerimônias nas quais a simplicidade está mais conectada ao divino do que com o poder aquisitivo. À beira da praia, flores e danças típicas podem ser tão belas quanto cerimônias mais requintadas, abençoadas por monges, com espetáculos de fogo e tambores. A boda celebrada na Tailândia também pode ter efeito legal. Como no Taiti, basta o casal requerer o reconhecimento por via consular e o casamento será reconhecido também no Brasil

 

Outros Posts

Eduardo Gregori

Eduardo Gregori é jornalista profissional especializado em turismo. Eduardo Gregori is a professional tourism journalist

Leia Também