Destinos brasileiros para fugir dos dias de folia

O Carnaval começa no próximo dia 25, mas nem todo mundo gosta da aglomeração e do agito dos dias de folia. Nem por isso é preciso se trancar em casa. Pelo contrário, com quatro dias de feriado pela frente, é possível viajar e aproveitar a data em destinos mais tranquilos. Para quem planeja descansar, mas não pretende passar horas dentro de um avião rumo ao exterior, elenco alguns lugares incríveis no Brasil.

Fernando de Noronha
Pernambuco é dono de um dos carnavais mais belos do Brasil. Enquanto milhares de foliões invadem Recife e Olinda atrás do frevo e do maracatu, outra joia pernambucana tira partido de sua exuberância natural para conquistar visitantes. O arquipélago de Fernando de Noronha é um dos lugares mais paradisíacos do mundo. Tanto, que uma de suas praias, a da Baía do Sancho, foi eleita duas vezes consecutivas como a melhor do planeta pelos leitores do site TripAdvisor.

Visitar Noronha é ter a oportunidade (e a benção) de contemplar a natureza, traduzida em 21 ilhas, mar de águas cristalinas e de tons azulados, além de praias belíssimas como a da Conceição, do Cachorro, do Meio e a de Santo Antônio, esta última, especial para ver o sol se por majestosamente no finzinho da tarde. E se a natureza é generosa, a gastronomia não fica atrás. A culinária pernambucana ganha toques sofisticados com pratos como o peixe com crosta de castanha de caju, ou regado com molho de manjericão e farofa de castanha, ou ainda o purê de abóbora recheado com camarões gratinado com molho cremoso de manjericão e parmesão.

Em Noronha o visitante escolhe o que mais lhe apetece, entre passar o dia sob o sol, enquanto enche os olhos com a beleza das praias, ou se aventurar pelas trilhas em buscas de paisagens ainda mais surpreendentes, ou ainda simplesmente se esparramar em uma preguiçosa rede para ver o dia passar. Opção é o que não falta neste paraíso no meio do Oceano Atlântico.

Porto de Galinhas
Pernambuco é realmente abençoado pela natureza. Porto de Galinhas, a 50 quilômetros de Recife, é outro destino no estado que hipnotiza por sua beleza. Situada no município de Ipojuca, a região oferece 12 quilômetros de praias, algumas delas protegidas por arrecifes que formam piscinas naturais e ideais para relaxantes banhos. Entre as praias que não podem ficar fora da lista do visitante estão: Muro Alto, Serrambi e Cacimbas.

Quem não gosta de passar o dia na areia, mas não quer perder a oportunidade de conhecer outras praias, a maneira mais cômoda é de bugue. O turista escolhe entre fazer passeios com calma e tempo, ou um roteiro acelerado para ver de perto quase todas de uma vez só. Outro passeio é o de jangada, que leva o visitante até as piscinas naturais. Da praia de Maracaípe, a preferida dos surfistas, partem barcos que singram o rio que leva o mesmo nome. O passeio é de contemplação da fauna que habita as águas no encontro entre e rio e mar. Outro roteiro inclui passeio de catamarã que parte da Barra de Sirinhaém, a 34 quilômetros de Porto de Galinhas, e vai até a Praia dos Carneiros. E mesmo se o turista não tiver disposição (e nem vontade) de desvendar os recantos do destino, pode aproveitar a estrutura dos resorts para relaxar durante toda sua estadia.

Bonito
O destino no Mato Grosso do Sul é para quem busca um encontro bem próximo da natureza. Bonito oferece um cardápio variado de atividades que inclui trilhas para caminhada e bicicleta, banho de cachoeira, flutuação e mergulho em rios e lagoas, prática de rapel e rafting, arvorismo, passeio a cavalo, exploração de grutas, visitas a fazendas e muito mais. Premiado em 2013 como melhor destino de turismo responsável do mundo, Bonito conta com ampla infraestrutura turística e atende a todo tipo de expectativa.


O visitante que quer apenas se entregar ao ócio, encontra na cidade balneários e pode apenas relaxar com todo conforto às margens dos rios Formoso e Sucuri. Bonito também tem outros roteiros interessantes, como saborear a culinária local, que tem ênfase em pratos elaborados com o piraputanga, peixe típico da região. E quem sabe até mesmo provar carnes exóticas como a do jacaré, e de quebra, conhecer (e degustar) a Cachaça Taboa, aguardente que leva mel, canela, guaraná em pó e ervas.

Florianópolis
A capital de Santa Catarina é conhecida por sua vibrante vida noturna e festas que atraem público de várias partes do Brasil e até de outros países. Mas Floripa não é um destino exatamente para quem quer cair na folia. Por isso, é interessante para quem quer escapar do “ziriguidum”. Como estamos em pleno Verão, a cidade convida a curtir suas mais de 40 praias. É possível escolher entre as badaladas, como Jurerê Internacional, ou mais tranquilas, como Lagoinha, de águas calmas e próprias para crianças. Florianópolis tem outros atrativos, que vão de museus, construções históricas, a ótimos restaurantes. Aliás, a gastronomia é um capítulo à parte. Os pratos à base de frutos do mar são a principal atração culinária, mas a cidade também conta um grande número de restaurantes de variadas especialidades.

Entre as dicas para ver na cidade estão igrejas centenárias, como a de Nossa Senhora das Necessidades, o Forte Santana – onde funciona o Museu de Armas Major Lara Ribas -, e o Mercado Público. O visitante com perfil fitness pode caminhar pela trilha do Parque Estadual do Rio Vermelho, ou fazer um passeio de bicicleta às margens da Lagoa da Conceição.


Como a influência açoriana é muito marcante na região, uma dica é visitar o distrito de Ribeirão da Ilha e experimentar doces portugueses. O Ribeirão também é o lugar ideal para comprar produtos típicos, muitos deles produzidos com a renda de bilro. Cosmopolita, Floripa tem shoppings, cinemas e tudo que uma cidade grande possa oferecer. O destino também conta com a exclusividade de resorts, para quem quer ficar à beira da praia com todo o conforto, ou seja, não vai faltar opção para aproveitar a cidade.

Gramado e Canela
As charmosas cidades na serra gaúcha são destinos que mesclam beleza natural, parques temáticos, boa comida e chocolate. Tranquilas, são ideais para se refugiar do agito do Carnaval. Em Gramado, o roteiro deve incluir um passeio pelo Centro, onde fica a Rua Coberta, local para conhecer de perto a culinária local e provar muitas delícias típicas do Sul. Os românticos devem visitar o Lago Negro, delicadamente margeado por hortênsias. O lugar inspira a caminhar e a andar de pedalinho, um dos programas mais procurados em Gramado.

Outro recanto para curtir a dois é o Le Jardin, um parque repleto de lavandas com diferentes espécies e perfumes. Se a viagem incluir a família, as crianças irão gostar do Mini Mundo, um parque com réplicas de construções em escala reduzida. Outra atração é o Snowland, parque de neve artificial com pista de patinação, esqui e temperaturas negativas, mesmo no Verão. A Avenida das Hortênsias, que liga Gramado e Canela é um lugar para percorrer, parando em cada recanto, como fábricas de chocolate (Prawer e Caracol), o Dreamland Museu de Cera e o museu automotivo Hollywood Dream Cars.

O símbolo de Canela é a Catedral de Nossa Senhora de Lourdes, mais conhecida como Catedral de Pedra. A igreja de estilo gótico tem imponentes 65 metros de altura e é uma das atrações mais visitadas no Rio Grande do Sul. Canela também concentra uma gama de parques onde a natureza é a principal atração, entre eles o Caracol, cujo destaque é uma cascata que despenca de 130 metros de altura e o Parque da Serra, com bondinhos e vista privilegiada da queda d´água. Há ainda o Parque da Ferradura, o Castelinho Caracol, o Alpen Park e o Terra Mágica Florybal.

Outros Posts

Eduardo Gregori

Eduardo Gregori é jornalista profissional e consultor de viagens. Eduardo Gregori is a professional journalist and travel consultant.

Leia Também