Países do Caribe, Américas do Sul e Central que exigem vacina da febre amarela

Por recomendação da OMS (Organização Mundial da Saúde) os passageiros que viajam desde o Brasil para Aruba, Barbados, Belize, Bolívia, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Curaçao, Equador, El Salvador, Guatemala, Honduras, Nicarágua, Panamá e Venezuela, é obrigatória a apresentação do certificado internacional de vacinação de febre amarela com antecedência de 10 dias à saída do  voo.

Devido ao surto da doença nos Estados de Minas Gerais, São Paulo e Bahia, alguns países poderão exigir a vacina a qualquer momento, por isso, é recomendado que para todas as viagens internacionais originadas no Brasil, o passageiro consulte a embaixada ou o consulado do país de destino.

 

Outros Posts

Bolívia passa a exigir vacina contra a febre amarela

O Ministério da Saúde da Bolívia divulgou que exigirá certificado de vacinação contra febre amarela dos seguintes países:

ÁFRICA
Angola, Benim, Burquina, Faso, Burundi, Camarões, Chad, Congo, Costa do Marfim, Etiópia, Gabão, Gâmbia, Gana, Guiné-Bissau, Guiné, Guiné Equatorial, Quênia, Libéria, Mali, Mauritânia, Nigéria, República Centro Africana, Senegal, Serra Leoa, Sudão, Sudão do Sul.

AMÉRICAS
Brasil, Argentina, Colômbia, Equador, Guiana, Guiana Francesa, Panamá, Paraguai, Suriname, Trindade e Tobago e Venezuela.

Outros Posts