Portillo oferece experiências especiais durante a temporada de neve


Os dias mais frios trazem  um charme pra lá de especial e tudo parece ganhar toques extras de requinte. A estação de esqui Portillo, no Chile, que tem sua temporada de neve entre os meses de junho e outubro, oferece possibilidades para quem quer curtir o inverno em alto estilo.

Situado a duas horas de carro da capital Santiago, o complexo une a beleza da paisagem formada pelas montanhas dos Andes e a Laguna del Inca com uma infraestrutura completa. A estrutura montada para receber os visitantes compreende hospedagem de alto nível, lazer para todos os gostos, gastronomia diferenciada e diversas opções para entretenimento, entrosamento e descontração.

Portillo é bastante conhecida pelo ambiente familiar e impecabilidade no serviço: são 400 funcionários para os cerca de 450 hóspedes, o que garante excelência no atendimento.
Para os apaixonados pelos esportes, 34 pistas bem cuidadas e com neve de ótima qualidade atendem todos os níveis de esquiadores e snowboarders, que contam também com 14 meios de elevação e uma ampla área fora de pista.


Um dos momentos mais esperados do dia – quando esquiadores se encontram depois das horas na montanha –, o ‘aprés-ski’ em Portillo pode ser desfrutado de diferentes maneiras. Para os mais calmos, aulas de ioga e alongamento, sauna, massagem ou relaxamento na piscina aquecida ao ar livre ou na jacuzzi são ótimas pedidas. Já os mais ‘baladeiros’ preferem ficar com os convidativos drinques e petiscos do bar, onde todas as noites há música ao vivo, e depois seguir para a discoteca, aberta até altas horas.

A gastronomia é um capítulo à parte. Diariamente os hóspedes são recebidos no restaurante principal do Hotel Portillo pelo maitre, conhecido como Don Juan, e provam as receitas do chef Rafael Figueroa e seus assistentes, que podem ser acompanhadas por vinhos, como os da marca Alma Viva. Além disso, podem fazer suas refeições no restaurante self-service localizado no térreo do hotel, no  Tío Bob’s, que fica no alto da montanha, é famoso por seu churrasco típico chileno e oferece uma vista de tirar o fôlego, e na lanchonete Ski Box, na base da pista Las Lomas, ideal para petiscar ou tomar um aperitivo.


Entre as opções de hospedagem, destaque para o  Hotel Portillo, que possui 123 apartamentos – entre duplos e familiares -, alguns com uma incrível vista para a Laguna del Inca e outros para um bonito vale, mas todos com telefone, mini-bar, cofre, secador de cabelo e conexão wi-fi à internet. Sua infraestrutura conta com um completo Fitness Center, sala de ioga e alongamento, ginásio com quadra poliesportiva, piscina, jacuzzi, salão de beleza, sala de massagem, sauna, sala de internet, cinema, salão de jogos, Escola de Esqui, clínica médica e serviço de aluguel e guarda de equipamentos.

A poucos metros dali, os visitantes também podem hospedar-se nos lodges Octagon e Inca. No primeiro, há 15 amplos apartamentos com quatro beliches cada e banheiro privativo. Já o segundo é a melhor opção para mochileiros e jovens. Seus 20 quartos são um pouco menores e podem ser compartilhados, enquanto os banheiros estão fora, nos corredores. Para completar, há cinco chalés que garantem conforto e comodidade a famílias ou grupos de amigos e atendem de quatro a oito pessoas em dois ou quatro dormitórios. Todos possuem ao menos uma suíte, um quarto com beliche, sala de estar e pelo menos dois banheiros.

Mais informações em www.skiportillo.com ou com os principais operadores e agentes de turismo do Brasil.

Outros Posts

Programas de fidelidade ganham 7 mi de cadastros no primeiro trimestre do ano

A Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização (ABEMF) divulga os indicadores do setor de fidelidade referentes ao primeiro trimestre de 2017 (1T17). O número de cadastros nos programas de seis* das empresas associadas à entidade (Dotz, Grupo LTM, Multiplus, Netpoints, Smiles e TudoAzul) cresceu 23% em um ano, passando de 78,9 milhões no primeiro trimestre de 2016 (1T16) para 97 milhões no mesmo período deste ano. Só de janeiro a março, foram sete milhões de novas inscrições.

Outros indicadores, como a quantidade de pontos/milhas emitidos, também cresceram. No 1T17, foram emitidos 57,3 bilhões de pontos/milhas, valor que supera em 28% o do primeiro trimestre do ano anterior. As principais fontes para o acúmulo de pontos/milhas continuam sendo o varejo e os cartões de crédito, com 87% do total. Os outros 13% são referentes a viagens.

Os pontos/milhas resgatados chegaram a 49,2 bilhões, o que representa aumento de 27% nos últimos 12 meses. Para o resgate, as passagens aéreas ainda são as mais procuradas, com 77% do total de pontos/milhas trocados. Produtos e serviços ficam com 23%.

O presidente da ABEMF, Roberto Medeiros, aponta algumas estratégias nas quais as empresas do setor têm apostado e que estão dando resultados positivos. “Mesmo com um cenário econômico desafiador, como o que estamos vivendo, as companhias estão intensificando suas ações de comunicação, além de apostar em promoções e ampliar parcerias que levem mais benefícios aos participantes dos programas de fidelização. O objetivo é tornar esses programas cada vez mais atrativos e aumentar a base e engajamento dos participantes”, explica. Com isso, o faturamento das associadas também avançou. Do 1T16 ao 1T17, houve incremento de 5%, alcançando R$ 1,47 bilhão.

A taxa de breakage, que mede a quantidade de pontos/milhas expirados, continua na casa dos 17%, em linha com mercados mais maduros.

Destinos mais resgatados

No ranking dos destinos nacionais mais procurados para o resgate de passagens em programas de fidelização, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília continuam ocupando as três primeiras posições. A novidade no 1T17 fica com a quarta colocação, na qual está Porto Alegre, que ultrapassou as cidades de Fortaleza, Salvador e Belo Horizonte. Nas viagens internacionais, Miami segue na liderança, seguida por São Francisco e Nova York.

Lista completa de destinos:

Nacionais

São Paulo
Rio de Janeiro
Brasília
Porto Alegre
Fortaleza
Salvador
Recife
Curitiba
Belo Horizonte
10. Florianópolis

Internacionais

Miami
São Francisco
Nova York
Orlando
Buenos Aires
Paris
Lisboa
Montevidéu
Londres
10. Madri

 

 

Outros Posts

MaxMilhas ajuda casais que namoram a distância a se verem até o final do ano

Quem tem um relacionamento a distância sabe como é difícil lidar com a saudade. E para ajudar os casais a se encontrarem mais durante todo o ano, a MaxMilhas, empresa que vende passagens econômicas emitidas pelas milhas de quem deseja vender, acaba de lançar o Desafio do Amor a Distância.

A campanha, que acontece até 30 de junho às 23h59, oferecerá 3 mil milhas de desconto por mês para os casais que cumprirem todos os desafios. Ao todo, serão 21 mil milhas de desconto por casal. Para participar, os interessados deverão se cadastrar na landing page da promoção e, depois, cumprir os 5 desafios propostos pelo site. Ao cumprir o terceiro desafio, o casal já desbloqueia o primeiro cupom de desconto. Ao finalizar o quarto, desbloqueia o segundo e, quando o 5º desafio for liberado, as 3 mil milhas mensais estarão disponíveis para serem usadas a partir de códigos promocionais. Ao todo, serão 7 cupons promocionais de junho até dezembro.

“A MaxMilhas realmente traz a pessoa amada e com muito mais economia. Temos diversas histórias de casais que conseguem passar mais tempo juntos depois que conheceram o nosso serviço. É isso que queremos mostrar: a distância não pode ser uma barreira e estamos aqui para ajudar a matar a saudade!”, afirma Max Oliveira, CEO da MaxMilhas. Inclusive, a história da empresa começou com um amor a distância, quando Oliveira buscava passagens para visitar a namorada, atual esposa.

Ao se deparar com o aumento de preço, ele teve a ideia de conectar quem quer viajar com mais economia a quem tem milhas para vender. “A passagem estava muito cara. A saudade era grande, mas o preço também estava. (risos) Foi aí que eu percebi o quanto as pessoas deixam de viajar por conta do custo”, completa Oliveira.

Inédita, a campanha acontece nacionalmente e, para garantir o prêmio, os casais devem jogar juntos. Para participar da promoção, os interessados precisam ter mais de 18 anos, namorar a distância e sempre concluir todos os desafios em dupla – ou seja, só será possível seguir para o próximo desafio se ambos concluírem os passos anteriores. Vale destacar também que a participação no desafio é contabilizada apenas uma vez. Ao encontrar o par pela plataforma, não haverá outra possibilidade de seguir o desafio com outra pessoa.

Mais informações sobre a campanha pelo site: maxmilh.as/dia-dos-namorados

 

Outros Posts

Azul começa a vender passagens com e sem franquia de bagagens

A partir desta quinta-feira (1/06), a companhia aérea Azul vai oferecer tarifas mais baratas para clientes que não despacharem bagagens. O desconto valerá para voos que saem de Viracopos, para 14 destinos no país. Os clientes que comprarem a passagem pelo preço normal continuam com a franquia de 23 quilos. A Azul é a primeira empresa a implementar mudanças no sistema de bagagens, depois que a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) liberou as companhias aéreas para estabelecer suas próprias políticas de cobrança pelas malas despachadas. Agora, as empresas não são mais obrigadas a oferecer franquia de bagagem sem custo para os clientes. Com as novas regras, o limite de peso da bagagem de mão aumentou de cinco para 10 quilos, em todas as companhias aéreas.

O cliente da Azul que comprar a passagem com desconto poderá escolher pela compra ou não do serviço de bagagem despachada. Nessa modalidade, se o cliente mudar de ideia, deverá pagar R$ 30 para despachar uma mala de 23 quilos. Segundo a empresa, a nova opção será inserida gradativamente para atender a toda a malha de voos da empresa. Os descontos oferecidos pela Azul para quem não despachar bagagem variam de 12% a 30%. Por exemplo, um voo de Viracopos a Cascavel (PR) passa de R$ 231,90 para R$ 201,90 para quem não quiser levar malas. Já para ir de Viracopos a Curitiba, a tarifa cai de R$ 99,90 para R$ 69,90, segundo informações divulgadas pela empresa.

Outras empresas
A Gol também oferecerá, a partir de 20 de junho, uma tarifa mais barata para quem não precisar despachar bagagens. As tarifas com preço normal incluirão uma franquia de 23 quilos. Se o cliente que comprou o bilhete da tarifa Light decidir posteriormente despachar a bagagem, poderá pagar à parte. Nos voos nacionais, será cobrado o valor de R$ 30 para despachar uma mala de até 23 quilos.

A partir do início de julho, a Latam começará a cobrar pelas bagagens em voos domésticos e a oferecer preços diferenciados para passageiros que optarem por não despachar bagagens. Segundo a empresa, o preço da primeira mala será de R$ 30 para compras antecipadas. A companhia já fez mudanças na franquia de bagagens, que passou a ser de uma mala de 23 quilos, no caso de voos nacionais. Atualmente, esse já é o peso permitido, mas não há limite de volumes despachados.

A Avianca decidiu não cobrar pelo despacho de bagagens no momento. A companhia prefere estudar a questão nos próximos meses para criar produtos tarifários customizados, com o objetivo de melhor atender às necessidades dos diferentes perfis de clientes.

Fonte: Agência Brasil

Outros Posts