Aplicativos ajudam turistas antes e durante a viagem para Itália

Aplicativos de viagens para smartphones

Quem vai para a Itália pode contar com uma boa ajuda, na palma da mão, literalmente. Os inúmeros aplicativos disponíveis têm sido uma ótima solução não só para quem se aventura a viajar por conta própria, mas também para aqueles que viajam com todo o suporte em terra, mas desejam saber tudo do destino, antes e durante a viagem.

No site do turismo da Itália há um espaço que traz uma seleção de aplicativos de de algumas regiões da Itália. O viajante pode baixar no smartphone e começar a usar.  Para se ter uma ideia, existem vários aplicativos para quem vai para a região de Abruzzo. “Abruzzo Rai Local” (IOS e Android) traz mapas, sugestão de itinerários, eventos que ocorrem no local durante o período de estadia. Quem escolheu a região para praticar esqui, por exemplo, acha no Ski Abruzzo (só para IOS) as estações de esquis disponíveis e informações específicas sobre elas, como o clima, a tamanho (quilometragem) da descida, guias, etc.

Já para quem vai a Toscana, o Tuscany+ (IOS) traz mapas, principais atrações da região, eventos da época e dicas de passeios. Para quem escolheu conhecer Marche, e sua religiosidade, também conta com um aplicativo próprio para isso. O “Spiritualitá e Meditazione” (IOS e Android) traz um guia completo para conhecer locais para praticar a fé em vales, costas ou lugares mais isolados. Igrejas, restaurantes e hotéis também são indicados no aplicativo conforme a localização.

Além das informações por região, existem também os chamados aplicativos temáticos. Boas dicas são um dedicado a museus da região da Umbria, como o Musei HD (IOS), ou especialmente criado para amantes do jazz, como o Umbria Jazz (IOS) e um terceiro que fala dos eventos que acontecem em território italiano (Eventi e News – IOS).

A Enit espera um aumento de pelo menos 20% no número de brasileiros em visita à Itália em 2017, em comparação com o ano passado. Os dados de 2016 ainda não foram fechados, mas em 2015 o país recebeu 873 mil brasileiros, um aumento de 14,4% em relação a 2014. Em número de pernoites, foram 2,2 milhões, uma alta de 16,9% em relação a 2014. No ano passado, os gastos dos brasileiros na Itália cresceram 5,7% em relação a 2015. Além disso, o Turismo da Itália também promove, este ano, os chamados burgos, pequenos vilarejos que ficam próximos a grande cidades. Este projeto se chama #italianvillages, uma oportunidade de fazer uma viagem diferente, curtindo os grandes centros, mas vivendo bem a cultura local.

Outros Posts

Eduardo Gregori

Eduardo Gregori é jornalista profissional especializado em turismo. Eduardo Gregori is a professional tourism journalist

Leia Também