Delta retorna para Cuba após um intervalo de 55 anos

A Delta reiniciou seu serviço  de transporte de passageiros com voos diários sem escalas dos Estados Unidos para Cuba. Os voos decolarão de Miami, Nova York-JFK e Atlanta para Havana.”Agradecemos às autoridades e aos oficiais que nos permitiram retomar o serviço de passageiros e estamos orgulhosos da equipe da Delta, que trabalhou incansavelmente neste último ano para adicionar este ponto de volta aos nossos mapas de rotas após uma ausência de mais de meio século”, disse Steve Sear, presidente internacional e vice-presidente executivo de vendas globais.

“É com satisfação que recebemos a rota direta da Delta Air Lines de Atlanta para a capital de Cuba, solidificando o aeroporto internacional Hartsfield-Jackson de Atlanta não somente como o mais movimentado do mundo, mas também como uma porta para o mundo”, disse Kasim Reed, prefeito de Atlanta. “Tive o privilégio único de conduzir uma missão comercial para Cuba no último ano, junto a diversos líderes governamentais e de negócios do estado da Geórgia, onde exploramos oportunidades para parcerias nos setores de gestão aeroportuária, logística, exportação de alimentos, tecnologia da informação e turismo. Atlanta está bem preparada para servir como uma importante parceira doméstica para Cuba e esta rota abrirá diversas oportunidades de negócios e turismo”.

A Delta está entre as oito companhias aéreas que receberam autorização do Departamento de Transportes dos Estados Unidos para servir Havana, e iniciou as vendas dos voos em setembro. No início de novembro, a Delta se tornou a primeira companhia aérea norte-americana a abrir um escritório no centro de Havana para oferecer apoio às vendas locais de passagens para cubanos viajando aos Estados Unidos. A Delta oferecerá aproximadamente 3 mil assentos semanalmente entre os dois países.

O serviço da Delta para Havana a partir de Miami e Nova York conecta as duas cidades com as maiores populações cubanas no país, enquanto que Atlanta representa o maior ponto de conexão de passageiros para Havana, oferecendo a mais de 150 cidades dos Estados Unidos acesso com apenas uma escala para Cuba de um dos maiores hubs do mundo.

Eduardo Gregori

Sou jornalista, viajo profissionalmente e por prazer. Também sou cantor e DJ. I am a journalist and a profesional and leisure traveller. I also sing in weddings and DJ

Leia Também