Chile é destino ideal para o Inverno

De Norte a Sul, o Chile atrai turistas de todos os gostos e idades, com diversas opções de passeios e atividades.  Para quem ainda não escolheu o destino para as férias de julho, o Chile é uma ótima opção com diversas alternativas de passeios para todos os públicos. O destino é imperdível também pelo preço, com passagens atualmente na casa dos R$ 600,00, além de promoções das companhias aéreas com milhas e pontos reduzidos.

Do Norte ao Sul, o Chile se estende por 4270 km, ao passo que entre Leste e Oeste estende-se por 177 km. Com tamanha dimensão é possível ter uma programação que combine geleiras, montanhas, lagos, cordilheira, desertos, glaciares, praias e muito mais em viagens de descanso, negócios, luxo ou simplesmente de lazer.

Estrada corta do Deserto do Atacama, no Norte do Chile
Estrada corta do Deserto do Atacama, no Norte do Chile

Ao Norte emerge o exuberante deserto do Atacama, o mais árido do mundo, com sua paisagem lunar formada por vulcões, montanhas, gêiseres e oásis nascidos dos pequenos leitos de água que descem dos Andes. Na lista de opções no clima árido e seco é possível fazer trekking pelo Valle de La Luna, e pelos Geysers Del Tatio, a 4.300 metros de altitude, onde jorram águas aquecidas pelo calor que emana do subsolo. Nas Lagunas Altiplánicas, espelhos d’água na altitude dos Andes, pousam flamingos que geram cenas imperdíveis.

Veja imagens do Atacama

A região desértica oferece um clima zen aos visitantes, com forte interação com a natureza. O clima é quente e seco durante o dia e frio à noite. Na lista de atrações constam ainda Salar de Tara, Termas de Purutama, Laguna Chaxa, Laguna Cejar e Ojos Del Salar, Valle de Siete Colores, Quebrada de Kari, Caravana Ancestral, Guatín – Punta Del Inca, Quebrada de Talabre, Cavalgada Valle de La Muerte, Trek Pucara Cornisas, dentre outras.

Veja imagens de Vina del Mar e Valparaíso

Já no centro do país, cercada pela Cordilheira dos Andes, está Santiago, a principal porta de entrada para o Chile, além das cidades litorâneas de Viña Del Mar e Valparaíso. A capital chilena foi eleita o destino número 1 pelo The New York Times, em 2011, e oferece boas opções de lazer, compras e gastronomia para serem apreciadas a pé, pois tem ruas exclusivas para pedestres.

Santiago, capital do Chile
Santiago, capital do Chile

O visitante não precisa escalar a Cordilheira dos Andes para ver Santiago. Do alto das colinas San Cristóbal e Santa Lucia é possível ter uma vista panorâmica da cidade. O Palácio de La Moneda, sede da presidência da república, tem a famosa troca dos guardas na Plaza de la Constitución, às 10 horas da manhã, e é uma opção obrigatória. O Museu-Casa La Chascona, do escritor Pablo Neruda, também está na lista dos pontos turísticos mais visitados. Localizada no bairro boêmio de Bellavista – cheio de bares, restaurantes e ruas coloridas -, a casa foi saqueada durante a ditadura militar, mas se transformou em um museu com um rico acervo. O Mercado Central é o local ideal para provar a culinária chilena, repleta de frutos do mar.

Veja imagens de Santiago

Santiago é ponto de partida para quem pretende conhecer outras regiões, como as vinícolas históricas que oferecem passeios encantadores, que misturam belas paisagens e degustação de ótimos vinhos. Além disso, a apenas 60 km do aeroporto internacional de Santiago está a maior estação de esqui da América Latina, Valle Nevado.  Ela pode ser acessada também apenas para passar o dia, com tours a partir da capital. Lojas especializadas alugam roupas e equipamentos próprios para a prática de esqui e de snowboard. Instrutores ministram aulas de ambas as modalidades para adultos e crianças.

Estação de esquí Valle Nevado
Estação de esquí Valle Nevado

Veja imagens do Valle Nevado

Pucón, uma pequena cidade localizada ao Sul, entre o vulcão e o lago Villarica, também é um destino programado para o turismo e com destaque no país. Repleta de densos bosques, lagos, rios, picos, águas termais e vulcões nevados, o vilarejo oferece excelentes oportunidades para quem gosta de atividades ao ar livre ou que prefere desfrutar da tranquilidade da natureza. No inverno, o vulcão fica coberto por neve e é possível, de seu topo esfumaçante, esquiar e praticar snowboard.

Pucón, no Sul do Chile

No extremo Sul chileno, Puerto Montt, Puerto Varas e Punta Arenas encantam os turistas que querem sentir o frio patagônico e conhecer a exuberante região. Separadas por 20 km, Puerto Montt e Puerto Varas estão na rota de quem chega das terras austrais. A estrela da região que conecta as duas cidades é o vulcão Osorno. Já Punta Arenas é o ponto de partida para a maioria dos cruzeiros que tem como destino a Antártida e é uma cidade que chama a atenção pela localização, cerca de 3.090 km distante de Santiago.

Puerto Montt, no extremo Sul do país
Puerto Montt, no extremo Sul do país

 

Veja imagens de Puerto Montt

Eduardo Gregori

Sou jornalista, viajo profissionalmente e por prazer. Também sou cantor e DJ. I am a journalist and a profesional and leisure traveller. I also sing in weddings and DJ

Leia Também